Sindinova projeta aumento de 6% nas vendas para a 25ª Fenova

 

Entre os dias 17 e 19 de março, ocorre a tradicional Feira de Calçados de Nova Serrana (Fenova). Com uma média de faturamento de 1 milhão de pares vendidos em cada edição, o Sindinova projeta um aumento de 6% em comercializações em relação ao ano passado.

A expectativa reflete o bom momento vivenciado pelos industriais que tiveram boas negociações no fim de 2019 e começo de 2020, com a feira ocorrida em janeiro, em São Paulo.

“O momento é propício. Percebemos que as fábricas, este ano, estão com mais pedidos para produzir, estão com mais expectativas de faturamento e vendas. O Brasil teve praticamente um crescimento muito pequeno no ano passado. Este ano está se projetando algo em torno de 2%, mas eu percebo que podemos conseguir algo mais no nosso polo. Acredito que podemos crescer em torno de 6% este ano”, estima o presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda.

Ronaldo destaca também que a Fenova de março fecha a temporada do primeiro semestre e mostra os produtos produzidos pelo Polo ao mundo, com a coleção outono-inverno 2020.

“É uma feira importante porque fecha o primeiro semestre e as vendas para o dia das mães e namorados. Além disso, é a vitrine do Polo para o Brasil e para o mundo, é a maneira que nós temos para mostrar nossos produtos, nossas empresas, de criar os contatos”, pontua.

Cerca de 100 marcas do Polo Calçadista de Nova Serrana já confirmaram presença e espera-se que em torno de 2 mil lojistas de todo o país e também do exterior passem pelo Centro de Convenções nos três dias de feira.

Fenova

Consolidada entre as principais feiras calçadistas do Brasil, a Fenova é realizada semestralmente pelo Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana (Sindinova). O objetivo do evento é apresentar lançamentos, tendências calçadistas, além de gerar novos negócios e contatos entre lojistas e industriais do polo.

A feira é realizada no Centro de Convenções, em um espaço de 4800 m², ambiente climatizado e praça de alimentação. Além disso, os compradores contam com traslado do hotel para o local do evento, o que proporciona maior comodidade.

Os principais destinos de vendas dos produtos fabricados no polo vão para São Paulo, Minas e Rio de Janeiro. Com duas datas ao ano, a Fenova é referência para o segmento coureiro-calçadista e conta com a parceria da FIEMG e do SEBRAE em sua realização.

 

Selma Assis
Assessora de Comunicação